Os números de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado, de empregados sem carteira de trabalho assinada e de trabalhadores por conta própria ficaram estáveis em julho, na comparação com o mês anterior, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação aos setores econômicos, também houve estabilidade em julho, ante junho.

Em relação a julho de 2006, o número de trabalhadores com carteira assinada no setor privado aumentou 5,2%, com aproximadamente 437 mil pessoas a mais nessa categoria. Já o número de empregados sem carteira de trabalho assinada recuou 4 4% ante julho de 2006.

A quantidade de trabalhadores que deixou a classificação de "sem carteira" em julho, ante mesmo mês do ano anterior, foi de 133 mil no País. O número de trabalhadores por conta própria aumentou 4,7% em julho, em relação ao mesmo mês do ano passado, o que significa um acréscimo de 183 mil pessoas.