enkontra.com
Fechar busca

Economia

economia

Economia dos EUA está em “cenário positivo”, mas há desafios futuros, diz Powell

  • Por Estadão Conteúdo

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, afirmou que a economia dos Estados Unidos está em um “quadro positivo”, neste momento. A declaração foi dada durante evento com professores, no qual Powell tratou pouco sobre o cenário econômico atual e a política monetária, mas se concentrou em questões como o funcionamento da instituição e o que os jovens americanos podem fazer, caso queiram entrar no funcionalismo publico ou mesmo trabalhar no BC.

Powell fez o breve comentário sobre o cenário atual no momento em que foi questionado sobre como vê o quadro futuro para os EUA. Na avaliação dele, a desaceleração no crescimento da renda per capita continua a ser um desafio para a economia americana. Além disso, o dirigente expressou seu desejo que a prosperidade seja mais bem distribuída, para que se garanta a mobilidade social que é um dos pilares da cultura americana. Ele notou, contudo, que o próprio Fed não tem o poder para lidar com questões como a mobilidade e os desafios da renda.

O presidente do Fed também lembrou que os dirigentes não são membros eleitos, mas apontados pelo Congresso com uma missão muito clara: preservar a estabilidade de preços com máximo emprego possível.

Ao ser questionado sobre suas tarefas no emprego, Powell comentou como a preparação para cada encontro de política monetária consome tempo, mobilizando uma grande equipe e muitas informações para que as decisões sejam tomadas. Depois disso, o dirigente afirmou que é essencial comunicar de modo transparente ao público o resultado das reuniões.

A autoridade lembrou que, cerca de 40 anos atrás, não havia a transparência atual dos bancos centrais, mas estudos concluíram que isso seria importante. O presidente do Fed disse que o comunicado é alvo de discussões minuciosas, pois mudanças na palavra e mesmo na pontuação do texto podem causar impactos. Em suas comunicações, Powell disse que busca atender tanto aos agentes financeiros quanto ao público em geral, evitando jargões que possam ofuscar sua mensagem, mas sem deixar nada de fora.

Powell foi ainda questionado sobre seus hobbies e garantiu que é talentoso no violão (um pouco menos na guitarra, admitiu). Chegou a dizer aos professores que tem o desejo de montar uma banda do Fed e lembrou que o vice-presidente da instituição, Richard Clarida, é um cantor talentoso. Logo, porém, ponderou que o volume de trabalho provavelmente impossibilitará voos mais altos nessa seara, em meio a risadas dos professores presentes no evento.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas