O câmbio fechou em baixa e com as mesmas cotações e porcentuais tanto no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) como no mercado interbancário (dólar comercial). A moeda norte-americana em relação ao real terminou o dia em baixa de 0 51%, cotada a R$ 1,943. Esse patamar foi o valor mínimo registrado pelo dólar comercial.

Hoje, o câmbio voltou a exibir forte volatilidade, acompanhando os mercados em Nova York. A recuperação das Bolsas em Wall Street e da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) à tarde favoreceu a queda do dólar. Além disso, houve fluxo financeiro e comercial positivo, que também ajudaram a enfraquecer as cotações.

Algumas tesourarias de bancos realizaram lucro no day trade (compra e venda no mesmo dia), uma vez que as cotações atingiram as máximas pela manhã e já no fim da primeira parte dos negócios o dólar já exibia recuo. Na BM&F, a mínima foi de R$ 1,942.