enkontra.com
Fechar busca

Economia

Devolução de cheque “voador” fica estável

  • Por Agência Estado

São Paulo  – As devoluções de cheques pela segunda vez por falta de fundos ficaram estáveis em fevereiro, na comparação com janeiro, mostra levantamento feito pela Centralização dos Serviços de Bancos (Serasa). No mês passado, de cada lote de mil cheques emitidos, 14,3 foram devolvidos, informou Carlos Henrique de Almeida, assessor econômico da Serasa. Volume igual ao de janeiro.

No confronto com o mesmo período do ano passado, o volume de cheques sem fundos teve alta de 5,1%. No ano passado as devoluções atingiram 13,6 cheques de cada mil emitidos. No acumulado dos primeiros dois meses deste ano, o volume ficou praticamente estável em relação ao mesmo período do ano passado, com crescimento de 1,4%, média de 14,3 cheques devolvidos contra 14,1 devoluções no mesmo período do ano passado.

“Podemos observar que a estabilidade de fevereiro coincidiu com a estabilidade verificada no bimestre”, diz Almeida. Quanto ao pequeno crescimento no bimestre, ele o atribui à sazonalidade resultante do aumento das vendas no final do ano. No ano passado, como houve queda da renda e elevação das taxas de juros, o aumento foi menor. E só não caiu mais porque o comércio alongou prazo, avalia o economista da Serasa.

Para ele, o que faltou foi o uso correto da metodologia de concessão de crédito. “Provavelmente este comportamento deverá se repetir nos próximos meses, mas não será um movimento duradouro, pois não há expectativas de reaquecimento da economia. Além disso, afirma o economista, os efeitos da elevação do compulsório, que encarece o custo do dinheiro, deverá afetar as vendas.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas