A taxa de desemprego no Reino Unido, com base na medida da Organização Internacional do Trabalho (OIT), subiu 0,3 ponto porcentual nos três meses até agosto e atingiu 7,9%, informou o Escritório Nacional de Estatísticas. O número de desempregados totalizou 2,47 milhões no período, um aumento de 88 mil pessoas em relação aos três meses até maio.

Mas em comparação aos três meses até julho, o número de desempregados diminuiu em 1 mil, a primeira queda desde os três meses até maio de 2008. Em setembro, o número de pedidos de auxílio-desemprego no Reino Unido aumentou 20.800 e totalizou 1,63 milhão, o maior nível desde abril de 1997. Economistas esperavam aumento de 25 mil. As informações são da Dow Jones.