A Região Metropolitana de Londrina gerou de janeiro a setembro de 2008, 13.918 novos postos de trabalho. O resultado representa um crescimento de 53,6% se comparado ao mesmo período de 2007, quando o número de trabalhadores inseridos formalmente no mercado de trabalho foi de 9.060. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego (Caged).

O secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia, se mostrou satisfeito com os dados de emprego na região de Londrina. “Certamente esse crescimento na geração de novos empregos em Londrina é reflexo do bom trabalho do governo do Paraná e do empenho dos nossos trabalhadores”, afirmou Garcia.

Entre os setores, a agropecuária aparece em destaque com o aumento de quase sete vezes no número de contratações. Nos primeiros nove meses foram gerados 1.199 postos de trabalho No ano passado 152 trabalhadores rurais ingressaram na atividade.

A construção civil aparece em seguida. Durante o período, 1.524 novas vagas foram criadas no setor. O número cresceu mais de cinco vezes, comparado com os meses de janeiro a setembro de 2007 (229).

O setor que mais contratou foi o de serviços. Ao todo foram gerados 5.111 empregos com carteiras de trabalho assinadas. Em igual período do ano anterior foram inseridos 2.649 trabalhadores, proporcionando expansão de 92,9%.

A indústria de transformação registrou o segundo maior número de contratações (3.380). Apesar disso, o resultado é 0,3% menor que apresentado nos nove meses do ano passado (3.391). A administração pública criou 191 vagas e o setor de serviços industriais de utilidade pública 237 postos.

No comércio foram colocados 2.433 trabalhadores em 2007, já neste ano o número caiu para 2.361, diminuição de 3%. No saldo de janeiro a setembro, o Caged também registrou a retração de 30% no número de contrações da extrativa mineral e de 48,2%

Cidades

O município de Londrina gerou 9.533 empregos formalizados, Rolândia ofertou 2.178 postos e Cambé alocou 1.223 trabalhadores. As outras cidades que compõem a RM – Bela Vista do Paraíso, Ibiporã, Jataizinho, Seranópolis e Tamarana, somam o restante das 984 vagas.