Foto: Divulgação

Cerca de dois mil empresários estão reunidos em Foz.

Foz do Iguaçu – O fim da CPMF foi a pauta dos debates do primeiro dia da 17.ª Convenção da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná, ontem, no Mabu Termas, em Foz do Iguaçu. Para o presidente do Conselho do Jovem Empresário, Marcos Dombroski, ?é preciso lembrar que não é o governo que produz e gera empregos, e sim a iniciativa privada?, ao criticar a manutenção da cobrança da CPMF.

O encontro foi aberto ressaltando o papel da mulher e do jovem diante do empreendedorismo. Em 2003, 29% dos novos empreendimentos abertos no País, por necessidade, eram iniciativa de mulheres. Hoje são 46%. ?Temos que reconhecer a conquista de espaço dentro das empresas pelo jovem e pela mulher?, disse o presidente da Faciap, Ardisson Akel.

A novos e antigos empreendedores, o presidente de O Boticário, Miguel Krigsner, recomendou inovação. ?Inovação é a palavra chave?, disse ele, levando ao tema do encontro a competitividade. ?Aconselho a vocês que estão começando agora, jovens, mulheres, ou antigos empreendedores. Reinvestir é muito importante. Não devemos continuar fazendo com que a empresa seja pobre, mas o empresário usufrua de todas as benesses do lucro?, acentuou ele.

A convenção da Faciap, ao mesmo tempo que dá destaque ao empreendedorismo feminino e do jovem, alerta para outra realidade do mercado de trabalho: a mulher, mesmo representando 41% da força de trabalho, ainda ganha salário inferior ao do homem, informou Maria Ozélia de Souza, consultora do Sebrae/PR, ao anunciar o Prêmio Mulher de Negócios. No ano passado, a ganhadora foi a empresária Sheila Chamecki Rigler.

Abertura

A convenção da Faciap foi aberta ontem à noite com a presença de várias autoridades do Estado. Para hoje, a programação prevê debates sobre a rede nacional de informações comerciais, a participação política do empresário, educação financeira, o estatuto da microempresa, entre outros assuntos. Amanhã, estratégias de marketing, os riscos, a competitividade e a sustentabilidade para quem se propõe empreender e os mitos e verdades que circulam em torno da manutenção ou não da CPMF.

O jornalista viajou para Foz do Iguaçu a convite da Faciap.