O título e o texto enviado anteriormente continham números incorretos. Os dados apresentados traziam ajuste de calendário (uma projeção caso o calendário de outubro de 2015 fosse idêntico ao mesmo mês de 2014) e o porcentual de setembro se referia à variação anual. Segue o texto corrigido:

O Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) caiu 3,3% em outubro em relação a igual mês do ano passado, após ter recuado 3,4% em setembro na mesma base de comparação, na série com ajuste de inflação. É a terceira retração seguida do indicador na comparação anual.

Um calendário mais favorável em outubro minimizou as perdas do mês. “Diferentemente de agosto e setembro, quando os efeitos de calendário impactaram negativamente o ICVA, em outubro o impacto foi positivo: a troca de dias da semana – uma quarta-feira a menos e um sábado a mais – beneficiou as vendas e acabou superando o impacto do feriado de 12 de outubro, que ocorreu em uma segunda-feira”, explicou Gabriel Mariotto, gerente de inteligência da Cielo.

Entre as regiões, o Sul registrou mais uma vez o pior desempenho, com queda de 4,7%. O Nordeste apresentou o menor declínio na comparação com um ano antes, de 2,4%. O Sudeste veio em seguida, com queda de 3,5% na mesma base de comparação. As Regiões Centro-Oeste e Norte apresentaram, respectivamente, recuos de 3,6% e 4,2%.

Todos os setores que compõem o varejo ampliado registraram queda. Os que vendem bens semiduráveis e duráveis puxaram o ICVA para baixo: Materiais para Construção, Vestuário, Móveis, Eletro e Lojas de Departamento. Considerando os setores que comercializam bens não duráveis, Drogarias e Farmácias puxaram novamente as vendas de outubro para cima.