A missão paranaense chefiada pelo governador Roberto Requião visitou, na manhã dessa terça-feira (11), a Hydro-Quebec, empresa 100% pública de energia elétrica da Província de Quebec. O governador foi recebido pelo presidente da estatal, André Caille, e conversou sobre parcerias entre a empresa canadense e a Copel, como a construção de uma nova usina hidrelétrica no Rio Iguaçu. A exemplo da companhia paranaense, a Hydro-Quebec utiliza hidrelétricas. “São duas estatais com larga experiência cuja parceira pode representar bons frutos”, disse Requião.

Da própria empresa, Requião telefonou para o presidente da Copel, Paulo Pimentel, combinando o envio de uma delegação da empresa ao Canadá para conhecer a Hydro-Quebec. Além disso, o governador convidou os canadenses para uma visita técnica e comercial ao Paraná para avaliar a possibilidade de fechar outras parcerias nas áreas de hidrelétricas e expansão da transmissão entre as duas empresas.

Pesquisa

A delegação paranaense dividiu-se em três grupos na manhã de ontem. Os secretários Caíto Quintana (Casa Civil), Luiz Eduardo Cheida (Meio Ambiente) e Aírton Pissetti (Comunicação) visitaram o I?Ireq – Instituto de Pesquisa Energética do Quebec, acompanhados de técnicos do Ministério do Desenvolvimento Econômico do Canadá.

O segundo grupo, liderado pelo secretário da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Luís Mussi, visitou o Centro Industrial de Quebec (CRIQ), também acompanhados por técnicos do ministério. Os secretários Aldair Rizzi (Ciência e Tecnologia) e Edson Strapasson (Assuntos da Região Metropolitana) também participaram da visita. A outra parte da delegação visitou órgãos da administração da Região Metropolitana de Quebec.

Já a diretora-presidente do Museu Oscar Niemeyer, Maristela Requião, desde sábado (8) está visitando os principais museus de Montreal, acompanhada de funcionários do governo de Quebec, para estabelecer parcerias com o MON.

Na tarde de ontem, o governador visitou o Laboratório de Gado Leiteiro de Quebec. No seu governo anterior, Requião chegou a importar do Canadá embriões para melhoria do rebanho paranaense.

O objetivo da visita foi verificar o tipo de tecnologia que o Paraná pode importar para nova melhora do rebanho do Estado e que acordos podem ser feitos com o governo canadense nesse sentido.