O total de beneficiários de planos de saúde médico-hospitalar cresceu 1% em junho na comparação com junho de 2014. Segundo levantamento do Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS), eram 50,5 milhões de planos contratados ao final do primeiro semestre de 2015. Na comparação com o trimestre findo em março não houve variação no número de vínculos em relação ao período de abril a junho.

Em planos coletivos empresariais, com 33,60 milhões de beneficiários, o número apresentou estabilidade em relação ao trimestre anterior e alta de 1,4% na comparação anual. Com 9,81 milhões de vínculos, os planos individuais registraram queda de 0,3% na variação de 12 meses e de 0,1% em comparação ao trimestre anterior. Em junho, os planos coletivos por adesão registraram 6,77 milhões de beneficiários, alta de 2,2% na variação de 12 meses, e de 0,5% em relação ao trimestre anterior.

“Temos acompanhado de perto o desempenho dos planos coletivos empresariais, que respondem por mais de 66% vínculos médico-hospitalar, porque as demissões podem resultar em queda de volume de beneficiários. Felizmente, isso ainda não aconteceu”, afirma Luiz Augusto Carneiro, superintendente-executivo do IESS. As informações do boletim do IESS se baseiam em dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).