Na mesma sessão em que votou a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015, o Congresso aprovou, a toque de caixa, outros 14 projetos que abrem crédito a diversos órgãos do poder Executivo e do Judiciário. Além do mais, deputados e senadores mantiveram um veto da presidente Dilma Rousseff à Medida Provisória 651.

Dentre os órgãos contemplados com a abertura de crédito, estão o Ministério das Cidades, Secretaria dos Portos, Ministério dos Transportes e Secretaria da Aviação Civil, além da Justiça Federal, Eleitoral e do Trabalho e do Ministério Público da União (MPU).

Terminada a reunião do Congresso, a Câmara dos Deputados iniciou uma sessão para também tentar limpar a pauta de votações e aprovar uma série de matérias que aguardavam análise.

Os deputados discutem agora uma emenda à MP 656 que visa dar um reajuste de 6,5% na tabela do Imposto de Renda para a Pessoa Física.