O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) na capital paulista subiu 7,4% em outubro, para 121,5 pontos, informou nesta quinta-feira (21) a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Em setembro, o indicador registrou 113,1 pontos. A escala varia de 0 (pessimismo total) a 200 (otimismo total).

O índice teve percepções mais otimistas em seus três componentes. Para a FecomercioSP, com a proximidade do fim de ano, o varejista tem uma visão mais positiva atrelada ao aumento da demanda e das vendas.

O subíndice Condições Atuais do Empresário do Comércio (Icaec) subiu 5,2%, de 88,2 pontos em setembro para 92,8 pontos em outubro, embora continue no campo pessimista. O avanço foi influenciado pelo item que mede a percepção dos comerciantes em relação às Condições Atuais da Economia (CAE), com alta de 7% no mês.

Já o subíndice que analisa a expectativa do empresário do comércio avançou 8,2%, de 145,9 pontos em setembro para 157,8 em outubro. Quando se avalia o item relacionado às expectativas em relação à economia, a alta foi de 11,3%.

O subíndice que mede a propensão a novos investimentos dos comerciantes apresentou avanço de 8,3%, de 105,2 em setembro para 113,9 pontos em outubro. A influência positiva mais expressiva foi apurada no item relacionado a novas contratações, com alta de 12,5%.