O índice de confiança do consumidor paulistano caiu 2,6% em dezembro ante novembro, passando para 113 pontos, informou a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Na comparação com dezembro do ano passado, houve queda de 17,3%. O subíndice de expectativas teve retração de 6,9%, na margem, enquanto o subíndice de condições atuais registrou alta de 5,1%.

Na análise por grupos de consumidores, a queda mais acentuada nas expectativas foi observada entre as pessoas com 35 anos ou mais. Já a melhora na avaliação sobre as condições atuais pode ser atribuída, segundo a assessoria técnica da FecomercioSP, ao aumento dos rendimentos nesta época do ano com o recebimento do 13º salário.

“O resultado da pesquisa no mês de dezembro, de modo geral, mostra um consumidor que ainda demonstra preocupação e descontentamento com o cenário de inflação, juros mais altos e baixo crescimento da renda”, diz o relatório.

O índice de confiança do consumidor da FecomercioSP é baseado em dados coletados de aproximadamente 2,1 mil consumidores do município de São Paulo. Os dados são segmentados por nível de renda, sexo e idade. O indicador varia de zero (pessimismo total) a 200 (otimismo total).