O nível de confiança dos empresários do comércio recuou 0,8% em abril em relação a igual período do ano passado, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Foi o décimo recuo consecutivo registrado pelo Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec).

Em abril, o resultado negativo foi puxado por uma deterioração na avaliação sobre as condições atuais, com queda de 3,9% no período. O componente relacionado às expectativas do empresário também registrou piora, com queda de 0,8% em neste mês, ante abril de 2012.

No entanto, os empresários mantêm os planos de investimentos no setor, com avanço de 2,0% nesse quesito. A expectativa de contratação de funcionários aumentou 6,8%, explicada pela confiança dos empresários na recuperação da atividade econômica no médio prazo, aponta a CNC.

Na comparação com março, houve queda de 0,2% no Índice de Confiança do Empresário do Comércio em abril. Houve piora nos componentes sobre as condições atuais (-1,1%) e expectativas para os próximos meses (-0,9%). Mas também foi registrada melhora em relação à previsão de investimentos no setor (+1,6%).