O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Constâncio, disse hoje que o programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês) da instituição vai continuar até que se alcance um ajuste sustentado na trajetória da inflação da zona do euro.

Pelo QE, o BCE vem comprando mensalmente até 60 bilhões de euros em ativos desde março. Os ativos são formados principalmente por bônus soberanos e o programa deverá, a princípio, se estender até setembro de 2016.

Constâncio também comentou que é muito cedo para avaliar o impacto econômico e financeiro dos ataques terroristas em Paris, ocorridos na última sexta-feira.

“Isso vai depender dos desdobramentos que vierem…se não houver mais consequências, o impacto não será muito significativo”, afirmou o vice do BCE. Fonte: Dow Jones Newswires.