O gerente-executivo de Política Econômica da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Flávio Castelo Branco, manifestou apoio à proposta em discussão na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado de mudar a tributação interestadual do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre produtos importados. Castelo Branco afirmou que os incentivos fiscais dados por Estados para estes produtos têm prejudicado a indústria.

“Em vez de direcionar demandas para produtores domésticos, nós direcionamos para fornecedores estrangeiros. Há demandas muito fortes na busca de uma solução e eliminação deste foco de distorção”, disse o representante da CNI. Castelo Branco destacou que a entidade já entrou com ações no Supremo Tribunal Federal (STF) contra os incentivos estaduais. Ele observou, porém, que uma solução no Senado poderia resolver o problema de forma mais rápida.