O índice dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) da China subiu para 49,3 em abril passado em comparação com 48,3 em março, informou o HSBC nesta quarta-feira. O avanço pode aliviar as preocupações sobre o crescimento vacilante da segunda maior economia do mundo. Uma leitura abaixo de 50 indica contração na comparação com o mês anterior; acima de 50 indica expansão.

O número final ficou acima de um PMI preliminar de 49,1 anunciado pelo HSBC em 23 de abril. “A revisão para cima da leitura final do PMI de abril, em comparação com a estimativa anterior, confirma que o ritmo de desaceleração da China está estabilizado”, disse o economista-chefe do HSBC para a China, Qu Hongbin, em comunicado. O PMI da China é baseado em dados compilados a partir de respostas mensais a questionários enviados a executivos em mais de 420 empresas de manufatura. As informações são da Dow Jones.