O Banco Popular da China (banco central do país) anunciou que vai elevar as taxas de depósito e empréstimo em 0,27 ponto porcentual cada, como parte dos esforços para estabilizar as expectativas com a inflação. O banco central chinês disse, em comunicado, que vai aumentar a taxa de empréstimo em yuan de um ano para 7,29% e a taxa de depósito em yuan de um ano para 3 87%. As medidas entram em vigor amanhã.

Foi a quinta vez este ano que a China elevou os juros, e a medida foi anunciada depois que a inflação anual ao consumidor do país disparou em agosto, para 6,5%, o maior nível em 11 anos, alimentando as preocupações de que a forte alta dos preços dos alimentos afete a economia em geral. As informações são da Dow Jones.