O vice-primeiro-ministro da China, Li Keqiang, e o vice-premiê britânico, Nick Clegg, assinaram hoje acordos comerciais no valor de 2,6 bilhões de libras (US$ 4,04 bilhões) nos setores de energia e automotivo, no segundo dia da visita de Li, destinada a fortalecer os laços de comércio entre os dois países, informou o governo britânico.

Li, apontado como provável substituto do premiê Wen Jiabao a partir do próximo ano, deve se reunir ainda hoje com o primeiro-ministro britânico, David Cameron, e com o ministro das Finanças, George Osborne. Amanhã, ele participará de jantar com líderes empresariais, antes de concluir sua visita de nove dias à União Europeia, maior mercado para exportações da China.

Segundo o governo britânico, a BP PLC e a China National Offshore Oil Corp (Cnooc) assinaram um acordo sobre exploração em águas profundas no Mar do Sul da China. A PetroChina Co, maior petroleira listada por capacidade da China, chegou a um acordo com a Ineos Group Holding PLC sobre os princípios básicos para um joint venture (associação) para refino de petróleo e comercialização, usando ativos das refinarias de Grangemouth, na Escócia, e Lavera, na França.

A Jaguar Land Rover se comprometeu a vender 40 mil veículos Jaguar e Land Rover, no valor de mais de 1 bilhão de libras, na China em 2011. Li e Clegg conversaram sobre questões globais sobre as quais há próxima cooperação entre o Reino Unido e a China, tais como segurança internacional e mudança climática, disse o governo britânico. As informações são da Dow Jones.