As vendas de automóveis e veículos comerciais leves modelo bicombustível (flex) somaram 309.183 unidades em dezembro e passaram a representar 85,6% do total comercializado na categoria no País. A fatia ficou praticamente estável em relação a dezembro de 2009, quando os bicombustíveis tinham 85,5% do mercado. Os dados foram divulgados hoje pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Em relação a novembro, houve queda de 1 ponto porcentual, uma vez que a fatia dos flex era de 86,6%. No acumulado de 2010, as vendas de automóveis e comerciais leves flex representaram 86,4% do mercado, abaixo do observado em 2009, quando a porcentagem atingiu 88,2%.

Máquinas agrícolas

As vendas internas de máquinas agrícolas no atacado somaram 3,9 mil unidades em dezembro, o que indica um recuo de 18,1% ante novembro e uma queda de 28,9% ante dezembro de 2009, segundo os dados da Anfavea. A produção de máquinas agrícolas caiu 44,1% em dezembro ante novembro, para 4.096 unidades. Em relação a dezembro de 2009, houve queda de 33,5%.

No acumulado de 2010, foram produzidas 88.742 máquinas agrícolas, número 34% maior que o de 2009. As exportações de máquinas agrícolas, em valores, totalizaram US$ 253,8 milhões em dezembro, uma alta de 10,6% ante novembro e um crescimento de 113,6% ante dezembro de 2009. No acumulado do ano, houve crescimento de 82,2% nas vendas externas de máquinas agrícolas.

Emprego

O setor automotivo encerrou o mês de dezembro com 136.103 empregados, um crescimento de 0,2% em relação a novembro. Na comparação com dezembro de 2009, houve alta de 9,3% no contingente de trabalhadores.