A caderneta de poupança registrou em agosto de 2010 o 16º mês consecutivo de captação líquida positiva. Segundo dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC), os depósitos acumulados durante o mês superaram os saques em R$ 1,819 bilhão no mês passado.

O valor é 73,4% menor que o verificado em julho – mês de férias escolares e que muitas famílias antecipam as folgas e o 13º salário. Na comparação com agosto de 2009, o resultado é 41,3% menor.

De acordo com o BC, o resultado de agosto foi alcançado devido aos depósitos que somaram R$ 100,787 bilhões no acumulado do mês. É o segundo mês seguido em que os depósitos atingem a casa da centena de bilhões. O valor foi mais que suficiente para fazer frente aos saques que, no total do mês, somaram R$ 98,967 bilhões.

Além da captação de novos investimentos, as cadernetas existentes também renderam R$ 1,977 bilhão em agosto, o que levou a soma de todas as contas ao total de R$ 353,321 bilhões. De janeiro a agosto, a captação líquida da poupança alcançou R$ 20,898 bilhões, valor 71% maior que o registrado em igual período de 2009.