A caderneta de poupança fechou o ano de 2010 com uma captação líquida de R$ 38,681 bilhões, com crescimento de 27,2% ante 2009. O volume do ano passado foi o maior da poupança desde 1995, primeiro ano de vigência do Plano Real, quando teve início a série do BC.

Em dezembro, a captação líquida foi de R$ 6,359 bilhões, de acordo com dados divulgados pelo Banco Central. No último mês de 2010 os depósitos somaram R$ 121,276 bilhões, com aumento de 19,67% em relação a novembro, enquanto os saques ficaram em R$ 114,917 bilhões, com aumento de 18,08% na comparação com o mês anterior.