A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, anunciou nesta quinta-feira (23)  que o governo deverá definir "em breve" a metodologia de cálculo das compensações ambientais, taxas que são pagas por empreendimentos que causam grande impacto ao meio ambiente. Atualmente existe um piso para essas taxas de 0,5% do valor do investimento que é feito na obra.

Marina disse que a definição do método oferecerá mais credibilidade aos investidores. Ela que a nova forma não computará no total dos investimentos os gastos do empreendedor com outras providências destinadas ao cumprimento da legislação ambiental.

A ministra fez o anúncio durante discurso no seminário "Obstáculos e Soluções para o Desenvolvimento de Infra-Estrutura", promovido pela Associação Brasileira da Infra-Estrutura e da Indústria de Base (Abdib), em Brasília.