O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse nesta quinta-feira, 22, não ter nenhuma informação sobre a variação da frequência do sistema elétrico momentos antes do apagão que atingiu pelo menos 10 Estados e o Distrito Federal na segunda-feira. “Não tenho essa informação”, afirmou. O ministro admitiu, porém, que essa pode ser uma das “hipóteses” que explicam o problema.

O ministro reiterou que o sistema elétrico funciona com margens de segurança, de forma que é possível restabelecê-lo rapidamente. “Estamos garantindo o fornecimento de energia com a mesma tranquilidade e segurança de sempre. É claro que tivemos algumas intercorrências”, afirmou. O ministro citou problemas “pontuais” hoje em São Paulo e em Brasília.

“Mesmo vivendo situação tão severa, continuamos fornecendo energia, a economia está funcionando. E o esforço do governo é que possamos resistir a um estiagem e um ritmo hidrológico que pode ser pior que o de 2001 (ano de racionamento)”, afirmou.