As ações negociadas em Tóquio fecharam em leve alta nesta segunda-feira, influenciadas principalmente por um dólar mais forte ante o iene ao longo do fim de semana. Diante disso, o índice Nikkei encerrou o dia com ganho de 0,36%, a 17.711,93 pontos.

A moeda norte-americana ganhou força frente ao iene após os Estados Unidos revelarem, na última sexta-feira, uma criação de 257 mil empregos em janeiro, bem acima da previsão dos analistas consultados pela Dow Jones Newswires, de 237 mil novos postos de trabalho.

“Os dados positivos de mercado de trabalho nos EUA reforçaram expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) seguirão em frente com seu plano de voltar a elevar as taxas de juros em junho deste ano”, disse Hiroyuki Fukunaga, CEO da Investrust.

Ao longo da dessão de hoje, o dólar começou a se desvalorizar, no entanto, não o suficiente para mudar o humor dos investidores, pois ainda era negociado em nível superior ao fechamento de quinta-feira, dia anterior à divulgação dos dados de emprego nos EUA. Por volta das 4h (de Brasília), quando a Bolsa de Tóquio fechou, a moeda norte-americana era negociada a 118,81 ienes, acima dos 117,53 ienes do fim da tarde de quinta-feira.

No noticiário corporativo, as exportadoras, que se beneficiam quando o iene está mais fraco, lideraram as maiores altas do pregão. A Kyocera encerrou com ganho de 1,7% e a Daikin Industries fechou com avanço de 1,3%. Fonte: Dow Jones Newswires.