São Paulo

– A Bovespa fechou ontem em queda de 1,49%, com o Índice Bovespa em 9.505 pontos. Foi a terceira queda consecutiva da bolsa paulista. O volume financeiro ficou em R$ 458,6 milhões, o mais alto desde o dia 4. O dólar comercial teve sua quinta valorização consecutiva, ao fechar cotado a R$ 3,350 na compra e R$ 3,355 na venda, com alta de 3,23%, na segunda maior cotação do Plano Real.

As cotações de ontem são as maiores desde o dia 31 de julho, quando a moeda encerrou na maior cotação da história do plano, a R$ 3,47. A bolsa paulista operou em baixa desde a abertura, em repercussão da ascensão da candidatura petista, confirmada pelas pesquisas eleitorais do Ibope e Vox Populi. Além disso, as bolsas européias e americanas tiveram quedas significativas e também colaboraram para as quedas.

O mercado já amanheceu pessimista ontem, por conta da confirmação de crescimento da candidatura petista nas eleições presidenciais. As pesquisas Ibope e Vox Populi mostraram ascensão de Luiz Inácio Lula da Silva, com chances reais de vitória no primeiro turno. O mercado prefere o tucano José Serra, que continua em segundo lugar.