O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou que foi convidado nessa terça-feira, 8, pelo Banco Central (BC), para atuar como dealer do Departamento de Operações do Mercado Aberto (Demab).

“O BNDES aceitou o convite, e o início das operações como Dealer acontecerá nessa quinta-feira, 10 de agosto, conforme já informado no site do BC”, diz o banco de fomento em nota à imprensa.

O BNDES destaca que é a primeira vez que atuará como dealer do BC, status que é concedido pelo Banco Central a cada seis meses a apenas dez bancos e duas corretoras. Segundo o banco, a função de dealer consiste em intermediar as transações de mercado do Banco Central com títulos públicos em operações compromissadas, que permitem ao BC a regulação diária da oferta monetária e da taxa de juros.

“O convite representa o reconhecimento e a confiança do Banco Central acerca da qualidade operacional do BNDES, em termos de volume financeiro, eficiência e de gestão de risco e compliance”, diz na nota.

O BNDES destaca ainda que a oportunidade traz vantagens importantes. “Em primeiro lugar, o banco ganha maior autonomia na gestão de suas disponibilidades financeiras, passando a não depender de outros dealers. Além disso, a posição de dealer do BC contribui para uma maior proximidade no relacionamento com o Banco Central e com as demais instituições financeiras”, afirma.