A ata da reunião de julho do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada hoje cita que alguns membros do comitê entenderam que “haveria respaldo para a possibilidade de manter inalterada a taxa básica de juros já nesta reunião”. Apesar dessa avaliação, os diretores do BC decidiram por unanimidade reduzir a taxa Selic para 8,75% ao ano.

O documento diz que houve consenso entre os diretores do Banco Central e que “o balanço dos riscos para a trajetória prospectiva central da inflação ainda justificaria estímulo monetário residual”. A avaliação alterou o adjetivo usado para designar o estímulo monetário que tem sido implementado pelo comitê. Enquanto neste documento os membros do Copom usaram o termo “residual”, a ata da reunião de junho citava que havia espaço para “flexibilização monetária adicional”.