Clientes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco Real, Santander e Banespa podem antecipar o recebimento da restituição do Imposto de Renda 2004. As intituições abriram linhas de crédito específicas para liberar, antecipadamente, os valores do IR.

Na Caixa, a operação de empréstimo está disponível desde hoje em toda a rede de agências e antecipa até 75% do valor da restituição, dependendo da análise cadastral.

Para receber o empréstimo, o cliente deve optar por receber a restituição na agência em que tem conta.

A taxa de juros cobrada na operação é de 3,95% ao mês, pré-fixada. O prazo máximo para pagamento do empréstimo é 30/12/2004. O limite mínimo para a antecipação é de R$ 300,00 e o máximo é de R$ 10 mil.

No Banco do Brasil, pelo sexto ano consecutivo, está disponível o CDC Antecipação IRPF, uma linha de crédito que antecipa até 70% do valor da restituição para os clientes que indicarem a instituição para crédito dos recursos.

No caso de valores até R$ 5 mil, o cliente pode fazer a solicitação do empréstimo em qualquer terminal de auto-atendimento ou pela internet.

Maior

Acima desse valor, até o limite máximo de R$ 10 mil, o empréstimo requer fiador.

Independentemente do valor contratado, a taxa de juros é 3,65% ao mês.

O empréstimo é liberado em conta corrente no ato da apresentação da cópia do recibo da declaração de IRPF.

Já os clientes do Banco Real podem antecipar até 70% do valor da restituição e pagar, em parcela única, quando receber o montante. A linha do Real opera desde 2001 e, no ano passado (2003), cresceu 20% em relação a 2002.

O valor mínimo é R$ 200,00 e o máximo de R$ 6 mil. Para ter acesso ao empréstimo, o cliente deve apresentar uma cópia do recibo de entrega da declaração do IR contendo o Banco Real como banco recebedor.

A partir de hoje, os clientes do Santander Banespa também poderão antecipar até 70% do crédito. A taxa cobrada pela instituição é de 2,90% ao mês. Para quem recebe salário pelo banco, a taxa é de 2,80% e para quem antecipou a restituição no Santander ou no Banespa em 2003, o juro cobrado é 2,70% ao mês.

Segundo informações da instituição, as taxas promocionais vão até 7 de maio, uma semana depois do fim do prazo para a entrega das declarações para Receita. A linha de crédito, entretanto, estará aberta até o dia 29 de outubro.

Não há limite máximo para contratação e nem necessidade de avalista. O limite mínimo é de R$ 300.