A greve dos bancários entra no sexto dia hoje e a categoria planeja discutir a continuidade da paralisação durante nova assembleia na tarde de amanhã. Segundo o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, 39 mil bancários aderiram à paralisação em 805 locais de trabalho ontem, enquanto aguardam uma proposta dos banqueiros.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), em resposta ao oficio do Comando Nacional dos Bancários cobrando a retomada das negociações, comprometeu-se, em documento enviado à categoria, marcar uma nova rodada de negociação, segundo o sindicato. A data para a rodada ainda não foi definida. A categoria reivindica 10% de reajuste salarial (sendo 5% de aumento real) e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) composta pelo pagamento de três salários, acrescidos de valor fixo de R$ 3.850.