Seguindo recomendação do Comando Nacional dos Bancários, os funcionários da Caixa Econômica Federal de Curitiba e região, em greve há 22 dias, recusaram, ontem, a proposta de acordo oferecida pelo banco na última terça-feira.

A decisão se deu em assembleia realizada no final do dia. Na maioria das cidades do Paraná a greve também continua. A expectativa, agora, é de que o banco melhore a proposta. Em Curitiba, há nova assembleia marcada para hoje, no final da tarde.

O principal ponto que levou à recusa da oferta da Caixa é o Plano de Cargos Comissionados (PCC), exigência dos bancários, que querem mais transparência na escolha de tais funções.

Os funcionários da Caixa também não aprovaram a proposta de Participação nos Lucros e Resultados (PLR), e continuam exigindo, além do reajuste de 6% oferecido pelo banco, um aumento via plano de carreira.