O Banco da Reserva da Austrália (RBA) não encontrou motivos para mudar o curso da sua política monetária, segundo a ata da última reunião, divulgada hoje, mesmo após os mercados precificarem uma chance maior de mais cortes nas taxas de juros no próximo ano.

“Os membros do conselho observaram que a configuração acomodatícia atual da política monetária deve apoiar a demanda e ajudar a fortalecer o crescimento, e, ao mesmo tempo, entregar resultados para a inflação compatíveis com as metas nos próximos dois anos”, afirmou o banco na ata da reunião realizada no dia 2 de dezembro. Na reunião, os formuladores de política mantiveram a taxa de referência de juros em 2,5%.

A perspectiva para a economia global mudou pouco em relação à ata do mês anterior, com crescimento estável entre os principais parceiros comerciais da Austrália, afirmaram os membros do conselho do RBA. Sobre a economia doméstica, as projeções para o crescimento do PIB permaneceram iguais ao divulgado em novembro.

O banco central observou que, embora as condições mais fracas do mercado de trabalho tendam a persistir, a perspectiva de inflação permanece dentro do intervalo de 2% e 3% e o mercado imobiliário mais dinâmico deverá apoiar o consumo doméstico.

A autoridade monetária também reforçou que o dólar australiano continua valorizado e mais movimentos de depreciação da moeda local serão necessários para um crescimento econômico equilibrado. Fonte: Dow Jones Newswires.