Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começam a receber amanhã os benefícios relativos ao mês de maio. Esse será o primeiro pagamento que os segurados receberão o benefício acrescido do reajuste de 4,53%, concedido em maio para quem ganha acima do salário mínimo. Os 4,53% correspondem à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 1.º de junho de 2003 e 30 de abril deste ano. Para chegar aos 4,53%, os técnicos do governo projetaram uma inflação de 0,37% para o mês de abril.

Quem ganha o piso de benefício receberá o novo salário mínimo, de R$ 260,00. Se, com o reajuste de 4,53%, o aposentado não atingir o novo piso de R$ 260,00, esse passará a ser automaticamente o valor de seu benefício. Suponha que o segurado recebesse R$ 245,00 até abril, seu benefício, com o reajuste de 4,53%, passaria a ser de R$ 256,09. Nesse caso, ele receberá o piso de R$ 260,00.

Proporcional

Nem todos os segurados receberão o reajuste integral de 4,53%. Quem teve a aposentadoria ou pensão concedida a partir de julho de 2003 terá direito a um reajuste proporcional, correspondente à variação do INPC entre o mês de concessão do benefício e abril. Para quem se enquadra nessa condição, o reajuste poderá variar de 4,59%, para quem se aposentou em julho de 2003, a 0,37%, para quem teve o benefício concedido em abril. Além disso, quem teve o benefício achatado pelo teto de aposentadoria terá direito à diferença entre a renda inicial e o limite de benefício. Para saber quanto receberá, basta o segurado localizar o mês de concessão, preencher o quadro em branco e fazer a multiplicação. O pagamento será feito de acordo com o final do benefício. O calendário é o seguinte: dia 1.º, finais 1 e 6; dia 2, 2 e 7; dia 3, 3 e 8; dia 4, 4 e 9; e dia 7, 5 e 0.