O grupo Andrade Gutierrez afirma, em comunicado enviado ao mercado nesta segunda-feira, 19, que não tem a intenção de vender sua participação na CCR. A empresa ainda nega ter feito qualquer tipo de oferta a agentes do mercado em relação à venda de suas ações na empresa.

Segundo apuração do jornal “O Estado de S. Paulo”, a Andrade Gutierrez começou a ofertar parte de seus ativos para grupos e fundos de investimentos estrangeiros, tendo oferecido sua participação de 17% na concessionária CCR para pelo menos três grupos: os fundos Temasek e GIC, ambos de Cingapura, e a canadense Brookfield. Fontes ouvidas pelo jornal afirmam, contudo, que ainda não existem negociações firmes.

“A companhia não só nega sua intenção de venda de participação na CCR como reafirma seu compromisso com essa importantíssima investida que, à custa de muito esforço e dedicação de seus acionistas, conselheiros de administração, diretores, gestores e demais colaboradores, tem obtido grande sucesso, prestado grandes serviços à sociedade e gerado resultados muito relevantes para todos os seus acionistas”, diz a Andrade Gutierrez.