O ministro da Economia do Japão, Akira Amari, sinalizou nesta terça-feira desconforto em relação aos últimos movimentos do mercado financeiro, dizendo que houve uma reação aos dados econômicos mais fracos do que o esperado.

“Os dados dos Estados Unidos ainda mostram que a economia norte-americana tem impulso para cima e eu estou preocupado que os mercados estejam exagerando”, disse Amari em uma entrevista coletiva.

Nesta terça-feira, a Bolsa de Tóquio reage à queda das bolsas de Nova York, que refletiram o índice de atividade industrial dos gerentes de compras do Instituto para Gestão de Oferta (ISM), que caiu em janeiro a 51,3, nível mais baixo desde maio, de 56,5 em dezembro. Esse movimento levou a uma venda maciça de dólares para seu nível mais baixo em relação ao iene em dois meses. Às 23h17 (de Brasília), o índice Nikkei recua %, a pontos. O dólar opera a ienes.

Além disso, Amari disse que as condições econômicas japonesas estão “recentemente muito boas” e que os mercados japoneses devem ser negociados em seus próprios fundamentos.

“Eu quero que os participantes do mercado tenham certeza de enviar uma mensagem clara de que não há necessidade de os mercados japoneses se movimentarem em uma direção linear com o mercado norte-americano”, explicou Amari. Fonte: Dow Jones Newswires.