A alta de preços nos combustíveis no mês de fevereiro afetou o desempenho das vendas varejistas do setor em todo o primeiro trimestre de 2015, comentou Juliana Paiva Vasconcellos, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A queda foi de 3,8% na comparação com o quarto trimestre de 2014.

Em relação ao primeiro trimestre do ano passado, o setor de combustíveis e lubrificantes registrou queda de 4,0%. “Houve aumento nos preços dos combustíveis, e isso prejudicou as vendas”, explicou Juliana.

Em fevereiro, a alíquota de PIS/Cofins cobrada sobre os combustíveis aumentou, o que onerou o bolso do consumidor. A saída encontrada por muitas famílias, segundo a gerente, foi reduzir o consumo, o que resultou no desempenho negativo no período.

O setor de veículos também registrou quedas expressivas no primeiro trimestre deste ano. O recuo foi de 9,8% em relação ao quarto trimestre de 2014 e de 14,8% ante os primeiros três meses do ano passado.

“O segmento vinha recebendo muitos incentivos do governo para as vendas, e agora há redução do ritmo bem clara”, afirmou.