Aldair Rizzi tomou posse ontem como diretor-presidente do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). “É mais um desafio, diferente dos outros que já assumi. O Tecpar é uma instituição importante, principalmente na área da saúde, não só para o Estado, mas também para o País”, disse ele, ontem, durante solenidade de posse.

Professor da UFPR, onde já exerceu o cargo de pró-reitor de planejamento, orçamento e finanças, de diretor do Setor de Ciências Sociais e Aplicadas da UFPR e de vice-reitor, Rizzi foi secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, entre os anos de 2003 e 2006, e diretor-presidente do Instituto de Tecnologia para o Desenvolvimento (Lactec), de 2007 a 2008.

A sua atuação será pautada por uma integração com os governos estadual e federal e divulgação do trabalho do instituto. “Quero interiorizar as ações do Tecpar. É uma forma de transparência mostrar o se faz aqui e como a sociedade pode ser beneficiada”, ressaltou Rizzi.

Entre as prioridades, estão: a substituição gradual da linha de produção de imunobiológicos pelo cultivo celular; intensificação da parceria com o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP); avançar na área de produção de medicamentos e bioenergia, pesquisa; tornar as micro e pequenas empresas mais competitivas com os serviços de extensão tecnológica e pesquisa; atender os segmentos que não se beneficiam do avanço tecnológico, levando para os agricultores as boas práticas de fabricação e a certificação. Rizzi substitui Mariano de Matos Macedo, que alegou motivos pessoais para deixar o cargo.