O comissário para Assuntos Econômicos e Monetários da União Europeia, Olli Rehn, disse que um acordo para um pacote de ajuda financeira para Chipre tem de ser concluído até este domingo, quando os ministros das Finanças dos países da zona do euro vão se reunir em Bruxelas. “Os contatos e o trabalho intenso vão continuar nas próximas horas”, afirmou Rehn em comunicado.

Neste sábado, representantes da chamada troica, formada por Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e FMI, tiveram várias reuniões em Nicósia, a capital cipriota, com altos funcionários do governo de Chipre, na tentativa de chegar a um acordo para um pacote de ajuda financeira de 10 bilhões de euros para a recapitalização dos bancos do país.

Rehn advertiu que qualquer acordo será “doloroso” para os cipriotas. “Hoje, só restam escolhas duras”, acrescentou. Em uma tentativa de restaurar a boa fé que havia evaporado com a proposta da troica de impor um confisco aos depósitos bancários, ele também disse que “Chipre e o povo cipriota são parte da família europeia. A UE está do lado deles e vai ajudar a reconstruir a economia cipriota”. As informações são da Dow Jones.