A companhia Teléfonos de México (Telmex) fechou acordo para comprar uma participação na Net Serviços de Comunicação, empresa da Globo Comunicações e Participações, por um valor entre US$ 250 milhões e US$ 370 milhões.

A notícia confirma os rumores que já circulam há meses no mercado de que o grupo mexicano pretendia adquirir a Net, a maior empresa de televisão paga do Brasil. Esses boatos ganharam força após a Telmex ter adquirido o controle da Embratel por US$ 400 milhões, no fim de abril.

Num comunicado oficial, a Telmex informou que vai comprar ações da Net Serviços e ações de uma nova holding que vai controlar a maioria das ações votantes da Net.

Com o negócio, a empresa mexicana espera passar a controlar entre 30% e 60% das ações da Net, incluindo a participação no estoque acionário da nova empresa holding. O preço final da compra dependerá do resultado do processo de reestruturação da Net.

A Net Serviços foi fundada em 1981 pela Globopar, unidade das Organizações Globo. A transação dependerá da reestruturação da dívida da Net, além da aprovação regulatória e acordos com os acionistas da Globopar e da Net Serviços.

Segundo a legislação brasileira, a Telmex não pode adquirir o controle acionário da Net Serviços. Entretanto, se a lei for alterada, a Telmex afirma que terá o direito de comprar da Globopar uma participação controladora da nova holding da Net Serviços. Isso, na prática, daria ao grupo mexicano o controle sobre a empresa.

Além disso, a Globopar tem um opção de vender 34% de suas ações na Net Serviços para a Telmex por US$ 130 milhões, após 31 de outubro. Essa opção expirará no dia 1.º de julho de 2005 ou quando o negócio entre a Telmex e a Net for concluído.