Foto por: Fabrice Coffrini

O técnico Dunga expressou nesta sexta-feira, em Durban, que a seleção brasileira não deve se preocupar com os bons resultados da Argentina na Copa do Mundo, ainda mais levando-se em conta a última partida das eliminatórias sul-americanas.

Dunga respondeu com ironia à pergunta de um jornalista argentino sobre se ficava mais tranquilo com a possibilidade de que uma partida entre as duas equipes só ocorresse na final.

“Se o Brasil deve se preocupar com a Argentina? Você, como argentino, deve ter visto os últimos resultados nossos com a Argentina, principalmente na última partida pelas eliminatórias (quando o Brasil venceu os argentinos por 3 a 1, em setembro)”, disse Dunga.

Os argentinos fecharam o Grupo B como líderes invictos com três vitórias, sobre a Grécia, Nigéria e Coreia do Sul, e enfrentarão nas oitavas de final o México (2º do Grupo A), enquanto o Brasil venceu Coreia do Norte e Costa do Marfim, e empatou com Portugal, liderando o Grupo G, tendo como adversário na próxima fase o Chile (2º do Grupo H).

“Acredito que só devemos pensar nos adversários que vamos tendo pela frente”, disse o treinador.

Na era Dunga, iniciada em julho de 2006, o Brasil jogou quatro vezes com a Argentina e manteve-se invicto: além do 3-1 de setembro, em junho de 2008 empatou (0-0), também pelas eliminatórias. Em 2007, superou os argentinos na final da Copa América (3-0), e em setembro de 2006, também por 3 a 0, levou a melhor em um amistoso em Londres.