O delegado regional do Trabalho, Geraldo Serathiuk, já renovou este ano 254 dos 411 convênios firmados para descentralizar o acesso à Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) no Estado. A renovação é importante porque através desses convênios foram feitas mais de 70% das cerca de 279 mil carteiras emitidas no ano passado.

A DRT mantém convênios com 368 das 399 prefeituras do Paraná, 38 sindicatos, duas fundações, dois núcleos regionais de secretarias da administração pública estadual e uma associação civil. “Graças a ajuda de todas essas entidades, grande parte dos trabalhadores paranaenses pode dar entrada na documentação necessária para fazer a Carteira de Trabalho o mais perto de casa possível”, comenta Serathiuk.

Através do convênio, as organizações parceiras reúnem as informações necessárias para fazer o documento -como certidões, comprovantes e fotos – e remetem o material para a sede da DRT, em Curitiba, onde são processados os dados e confeccionadas as carteiras. Depois de prontas, elas são despachadas para os municípios, onde são entregues aos seus titulares nos mesmos locais onde tiveram seus pedidos protocolados.

A primeira parceria foi assinada há 11 anos com a Prefeitura de Nova Cantu (região Centro-Oeste). Em 2004, a expectativa é ampliar o rol de prefeituras parceiras com a inclusão dos municípios de Barra do Jacaré (Norte Pioneiro) e Itaipulândia (Oeste do Estado).