O dólar foi cotado a R$ 2,027, alta de 0,05%, no primeiro contrato de câmbio à vista acertado nesta segunda-feira (23) no pregão viva-voz da Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), às 9h05. A principal expectativa no mercado de câmbio hoje está relacionada a uma eventual atuação do Banco Central, por meio de leilão de swap cambial reverso (equivalente a uma compra de dólares no mercado futuro).

Na sexta-feira passada, o BC estreou sua nova estratégia de atuação, segundo a qual a autoridade monetária não avisará com antecedência a realização da operação. O BC anunciou, na sexta-feira pela manhã, a oferta de 12.900 contratos de swap cambial reverso, o equivalente à compra de aproximadamente US$ 600 milhões. Mais tarde, o BC comprou diretamente do mercado outros US$ 300 milhões.

Apesar das duas atuações para enxugar o mercado de câmbio, o dólar à vista manteve-se em baixa, fechando o pregão com queda de 0,10% a R$ 2,026 na BM&F e a R$ 2,027 no interbancário. Com o movimento da sexta-feira, o dólar passou a acumular no mês uma queda de 1,70%.