Na segunda-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne com a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, e técnicos do governo com ligação na área de transportes, para definir se cria ou não a Secretaria de Portos, com status de ministério, que está sendo objeto de disputa entre o PSB e o PR. Lula não gostou da forma como o presidente do PR, senador Alfredo Nascimento (AM), que já foi ministro dos Transportes e é o mais forte candidato a ocupar o cargo, tentou forçá-lo a desistir da criação da pasta.

Nascimento afirmou que o partido não aceita o ministério sem a secretaria e se o presidente optar por essa mudança estará cometendo um erro administrativo. Ontem Lula convocou o PSB para uma reunião no Palácio do Planalto, no fim da tarde. Na conversa assegurou aos parlamentares do partido que podem ficar tranqüilos, mas não garantiu que eles terão a nova pasta.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente do PSB, que também esteve com Lula, avisou que o partido não será um problema para o governo. ?O PSB não apóia o governo em troca de espaço, de caixinha, de ministério ou de diretoria de empresa?, declarou.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo