Uma comissão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM negocia a libertação de oito policiais militares reféns e o fim da rebelião na Casa de Custóida Jorge Santana, em Bangu, iniciada por volta das 5 horas. O major PM Ari Jorge Santos, ajudante-de-ordens do comandante da PM, coronel Francisco Braz, é o novo diretor da unidade, depois da exoneração da direção. Os policiais estão sendo mantidos sob a mira de revólveres, pistolas e escopetas, que foram roubados da casa de armas da Casa de Custódia.