O deputado José Dirceu (PT-SP) conseguiu a extensão dos efeitos da liminar concedida pelo Supremo Tribunal Federal para outros seis deputados petistas que suspende os processos disciplinares que tramitam contra eles no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados.

Além de José Dirceu, os deputados do PT que entraram com o pedido foram João Paulo Cunha (SP), Josias Gomes da Silva (BA), Professor Luizinho (SP), Paulo Rocha (PA), José Mentor (SP) e João Magno (MG).

Os deputados do PT alegam que a instauração de procedimento disciplinar contraria os princípios da ampla defesa uma vez que eles não foram ouvidos pelas CPIs.