Rio de Janeiro – A Petrobras Distribuidora (BR) deve consolidar, até o final de julho, o processo de comercialização do diesel mineral, com adição de 2% de biodiesel, nos 6,8 mil postos da empresa em todo o país. Hoje, o biodiesel está sendo adicionado em 3,8 mil postos de 1,2 mil municípios em todo os estados brasileiros.

Para a presidente da BR, Maria das Graças Foster, a consolidação do programa é resultado de um trabalho intenso. ?Nossas 65 bases e terminais estarão preparadas para até junho ter o biodiesel?.

A BR recebe, armazena e distribui o biodiesel por intermédio de 48 bases e terminais localizados nas cinco regiões do país. Nos últimos dois anos, para atingir a meta de chegar a todos os postos, foram investidos R$ 20 milhões para adequar a estrutura logística e operacional da companhia ao novo combustível.

Além de ser um combustível renovável e menos poluente, o que acaba beneficiando o consumidor final, o biodiesel adicionado na proporção de 2% ao diesel comum ajuda a diminuir a dependência do país ao diesel mineral. Hoje, esse produto é importado como forma de complementar a produção interna.