O destino das mais de quarenta famílias sem-teto que ocuparam por quase dois meses o prédio do antigo Banestado, no centro de Curitiba, depende agora de decisão do governo do Estado. O anúncio foi feito hoje pela presidente da Companhia de Habitação de Curitiba (Cohab-CT), Teresa Oliveira, que se reuniu pela manhã com vereadores da bancada do PT de Curitiba, líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Ruy Hara e representantes do Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM). (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)