A partir de hoje (9), com a assinatura de um acordo de cooperação entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e a Sociedade de São Vicente de Paulo, o governo federal passa a contar com o apoio voluntário da instituição.

O documento vai ser assinado às 14h30 pelo ministro Patrus Ananias e o presidente do Conselho Nacional da instituição, Carlos Henrique David. O objetivo é beneficiar famílias carentes com programas sociais do governo federal.

Fundada em 1833 na França, a Sociedade São Vicente de Paulo está presente em 135 países, com cerca de 500 mil membros. O Brasil é o maior país vicentino, com 250 mil voluntários.

O MDS vai contar com a estrutura consolidada, a força de mobilização e a credibilidade da instituição, que vai cooperar em ações de segurança alimentar, proteção social ao idoso, à criança e à família, desenvolvimento comunitário e da cidadania.

Cerca de 500 mil brasileiros recebem o auxílio regular da Sociedade de São Vicente de Paulo, que distribui por semana mais de 800 mil quilos de alimentos, além de remédios, roupas, material escolar, móveis e utensílios diversos.