O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) encerra neste mês a sua participação na Operação Cataratas, comandada pela Receita Federal (RF) próximo à fronteira do Paraná com o Paraguai. Como resultado, o departamento apresenta 2.275 abordagens e 68 notificações de veículos de transporte intermunicipal de passageiros.

Segundo informações do Departamento, a operação tem como objetivo principal coibir o tráfico de mercadorias, drogas e armas. "A fiscalização do transporte clandestino de passageiros, de uma forma ou de outra, contribuiu para a diminuição do contrabando de mercadorias, já que este é realizado principalmente em veículos não certificados", diz o secretário dos Transportes, Waldyr Pugliesi.

O DER foi um dos órgãos convocados a reforçar a operação, que contou também com o auxílio da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Nacional de Transportes Terrestres e Promotoria de Investigações Criminais.

O diretor-geral do DER, Rogério Tizzot conta que a equipe de fiscalização do departamento continua realizando operações eventuais na região. "O número de irregularidades encontradas próximas à fronteira justifica a realização de ações com certa freqüência", explica.

Operação Verão

O DER, através de sua gerência de fiscalização também concentra esforços, durante os meses de janeiro e fevereiro, na Operação Verão com o objetivo de ampliar a fiscalização do transporte intermunicipal de passageiros no litoral do Paraná.

"Com a temporada de férias, a demanda pelo transporte intermunicipal cresce de forma bastante significativa e é comum a proliferação do transporte clandestino. Estamos trabalhando no sentido de garantir um transporte confortável e seguro para a população paranaense", explica Tizzot.

As blitze ocorrem durante todos os finais de semana nos postos das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal, nas saídas para as praias paranaenses.