O deputado estadual Francisco Balieiro (PMDB) foi preso hoje (8) pela manhã, em flagrante, depois de ferir a faca o delegado da Polícia Federal Domingos Sávio, atual namorado de sua ex-mulher, a nutricionista Geisa Santos, de 30 anos.

Segundo informações do superintendente da Polícia Federal, Kércio Pinto, o delegado Sávio estava na casa da namorada quando foi surpreendido pelo deputado e seu motorista. "Segundo relatou o delegado, o deputado estaria armado com uma faca e o cortou nas nádegas e na coxa", disse. O delegado foi atendido em um pronto-socorro da capital.

O deputado, que é advogado e ex-juiz, foi ouvido durante a tarde em uma delegacia da polícia civil. Segundo o superintendente da PF, ele deveria permanecer detido por ter sido preso em flagrante por policiais federais chamados pelo delegado Sávio.

De acordo com a assessoria de imprensa de Balieiro, o deputado e Geisa estariam separados desde outubro do ano passado Geisa, segundo a assessoria, estaria recebendo uma pensão do parlamentar, além de ter ficado com um apartamento e um carro com a separação.

Ainda de acordo com a assessoria, o parlamentar foi à casa da ex-mulher com o objetivo de fotografá-la com o atual namorado. Segundo a assessoria, por conta do contrato da pensão, se Geisa tivesse um novo namorado nos dois anos seguintes à separação o pagamento da pensão seria suspenso. Segundo a assessoria, o parlamentar não teria ferido o delegado com uma faca, mas Sávio é que teria se ferido com um pedaço de vidro de uma das janelas.